class="archive tax-faq_cat term-implantes-dentarios term-11 container-fluid wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5 vc_responsive">

Term Archives: Implantes Dentários

Qualquer pessoa pode fazer um implante?

Sim. Porém tudo vai depender de vários fatores. Pode acontecer do paciente não poder fazer o implante no momento que ele deseja, ou ainda por algum problema de saúde que impede a realização do procedimento de implante naquele momento. Mas isso não quer dizer que ele não poderá fazer o implante.

Existe contra indicação para implantes dentários?

Sim. Por exemplo, em crianças, antes de completar a fase final do crescimento ou ainda pessoas com problemas cardíacos de risco alto, ou ainda pessoas que tem antecedente de endocardite infecciosa. Agora, de uma maneira geral, a contra indicação é temporária.

O organismo pode rejeitar o implante?

Não. Isso é lenda. O nosso organismo não pode rejeitar o implante dentário pelo motivo deles serem feitos de titânio, e esse material é fixado ao osso, e é justamente por isso que nosso organismo não percebe este implante, pelo contrario, ele irá trabalhar para fechar o fuso feito para a colocação. Quando o osso preenche esse orifício, ele trava o implante.

O que pode acontecer são problemas decorrentes de alguma situação na cirurgia, no pós-operatório, pela qualidade do osso, mas não por rejeição.

Falta de ossos impede o implante?

Não. Pacientes que não tem ossos podem sim fazer o implante. Porém, este deve ser retirado de alguém lugar do corpo. Por exemplo, se for uma quantidade pequena, pode ser retirado da boca mesmo, na região do queixo. Agora, se for uma quantidade maior, ele é retirado do osso chamado crista do ilíaco (ossinho saltado na região por onde passa o cós da calça), ou ainda da calota craniana ou da tíbia. Mas estas cirurgias fogem ao ambiente do consultório. Elas devem ser realizadas em hospitais!

O implante é 100% garantido?

Não. Normalmente o índice de sucesso é de 98%. De cada 10 pessoas que recebem o implante dentário, podemos ter duas com problemas. Mas ainda assim, nessas pessoas que tiveram problemas, a cirurgia pode ser refeita.

Quando falamos de pacientes fumantes ou que façam uso constante de álcool, a média é diminuída para 85%.

Abris Whatsapp
Podemos ajudar?
Olá! Podemos ajudar?